[ editar artigo]

Geração Z e o bem-estar durante o isolamento

Geração Z e o bem-estar durante o isolamento

Estamos vivendo um período em que cuidar da saúde mental se tornou uma das prioridades. O isolamento torna tudo muito mais intenso. As pesquisas sobre Geração Z e o bem-estar durante o isolamento mostram que esses jovens são os que mais estão preocupados com isso do que os demais. 

Afinal, são os jovens que precisam construir a vida, os hábitos, os relacionamentos e a carreira de dentro de casa. O futuro, para eles, é muito incerto. E é nessa fase, mesmo que pareca ser clichê, tem muitos hormônios envolvidos. 

E as pessoas estão tomadas de ansiedade. Nossas pesquisas mostram que 54% dos jovens já estão em isolamento há mais de 7 semanas, dando um pulo ou outro no mercado. Tem uma hora que ninguém aguenta mais ver a quarentena se estendendo, e nada melhorando. 

E o isolamento fez com que a gente dependesse, mais do que nunca, da internet. Mesmo tendo diversos benefícios para o nosso dia a dia, ainda assim não contribui totalmente para a nossa saúde mental. A falta da interação física com as pessoas de quem estão afastados contribui para a falta de otimismo.  

O Novo Normal
Michel Alcoforado
Michel Alcoforado Seguir

Antropólogo.Phd, especializado em consumo e comportamento, e sócio fundador do Grupo Consumoteca. Colunista do UOL TAB e comentarista da rádio CBN, produz e participo do podcast CAOScast e Rastros, além de ter ministrado mais de 400 palestras.

Ler conteúdo completo
Indicados para você