[ editar artigo]

Trabalhos manuais como autoconexão

Trabalhos manuais como autoconexão

Não é de agora, já faz alguns anos que há um movimento crescente de usar os trabalhos manuais, o artesanato e o DIY como uma maneira de desconectar do digital e se conectar consigo mesmo, como ferramenta de autoconhecimento, uma espécie de terapia. Com as pessoas confinadas em casa, este movimento do trabalhos manuais como autoconexão foi potencializado.

Muita gente se aventurando mais na cozinha, vários se arriscando a fazer o próprio pão. Na moda, o tie-dye colorido virou a fardinha fashion dos jovens na quarentena, com a busca de como fazer o tingimento bombando no Google e Pinterest.

Uma grande repercussão foi gerada no TikTok de um cardigã de crochê colorido da marca britânica JW Anderson usado pelo cantor Harry Styles. Depois de tantos vídeos mostrando as tentativas das pessoas em reproduzir o casaco, a marca liberou um pdf tutorial com os pontos e sequências do padrão da peça. Os Zs piraram!

No Brasil, uma nova marca surgiu em meio à pandemia trazendo como base esse anseio pelo fazer manual como momento de descompressão, aliando ainda a ideias de sustentabilidade. A Made By You vende kits com ferramentas e fios necessários para compor uma peça. O kit traz um QR code que dá acesso a um vídeo ensinando como fazer o modelo escolhido. Bingo! Conseguiu unir tecnologia, fazer artesanal, personalização e propósito sustentável.

Eu mesma me descobri com um novo hobby nestes dias de quarentena: fazer colagens com pequenas flores encontradas no mato (como essa da minha foto do perfil). Sim, tem sido um momento de suspiro, conexão comigo mesma e estímulo à criatividade. Alguém mais aí também se dedicando a novas atividades manuais?

@curadoriadeinsights

O Novo Normal
Sarina Sena
Sarina Sena Seguir

Pesquisadora de comportamento, consumo e tendências. @curadoriadeinsights

Ler conteúdo completo
Indicados para você