[ editar artigo]

Voltar ao normal

Voltar ao normal

Quando a pandemia começou e tudo parou para entrar de quarentena, ninguém achou que chegaríamos ao terceiro mês de isolamento. O otimismo até existia no começo, mas ao passo que a coisa foi pirando para os brasileiros, vimos que não vamos voltar ao normal. 

O que vivíamos antes ficou no passado. Nossas pesquisas mostram que mais da metade das pessoas têm noção de que a vida no pós pandemia não vai começar de onde paramos. Até aqui, já mudamos o suficiente para ver que não tem como regredir.

As empresas mudaram, o consumo foi redirecionado, a saúde virou uma preocupação geral, o medo do contágio aumentou e a preferencia por locais com menos pessoas possíveis se tornou padrão. Ninguém se importava de ficar aglomerado em um bloquinho de carnaval, agora isso seria uma sentença de morte. 

Tínhamos hábitos, manias, jeitos e rotinas que não se encaixam em tempos de corona. Por isso, não existe mais essa coisa do 'voltar ao normal'. Quando a quarentena acabar, viveremos o novo normal que, aliás, é muito parecido com o agora. 

O Novo Normal
Michel Alcoforado
Michel Alcoforado Seguir

Antropólogo.Phd, especializado em consumo e comportamento, e sócio fundador do Grupo Consumoteca. Colunista do UOL TAB e comentarista da rádio CBN, produz e participo do podcast CAOScast e Rastros, além de ter ministrado mais de 400 palestras.

Ler conteúdo completo
Indicados para você